Brasil, 19 de Outubro de 2017
03 de agosto de 2017

Setor da beleza perde Tony Gandra

Tony Gandra, talentoso cabeleireiro e mestre visagista pioneiro, com formação em terapia holística e que atendia em seu renomado salão as suas clientes da sociedade paulistanas e famosas brasileiras, faleceu no sábado, dia 29 de julho. 

Filho único de uma família pequena, Tony Gandra nasceu em Bauru, interior de São Paulo, tornou-se cabeleireiro profissional em 1968. Ele tinha a arte e a criatividade ao seu lado no preparo de cortes exuberantes e estilos personalizados, além disso, era um escritor sensível, palestrante e praticante de yoga por mais de quarenta anos. Em seu currículo constam várias viagens profissionais, domínio de quatro idiomas (italiano, espanhol, francês e inglês) e cursos com Vidal Sassoon e Claude Juillard, entre outros.

Voltado à espiritualidade Tony Gandra queria melhorar a imagem e autoestima das pessoas sendo através dos cortes de cabelo ou de uma educação espiritual, queria libertar a identidade visual, fazer as pessoas viverem vidas plenas e coloridas, ele era um sonhador que desejava mudar os padrões de beleza, e que cada um tivesse sua identidade visual aflorada, para sentir-se feliz e cada qual realizado com o seu corpo.

Para Antônio de Carvalho Júnior, o setor teve uma grande perda. “Ele era um excelente profissional que contribuiu para o desenvolvimento do setor e foi um parceiro importante para a Hair Brasil”, diz o gerente da feira.

   
Alguns Livros publicados:
•    O Amanhecer do Grande Sol Interior; edição do autor, 1994.
•    Akron, Gays e Lésbicas Além da Morte; editora Roka, 1998.
•    Tony Gandra – um nome na cabeça; Personalité Editores, 2001.
•    Revisitando Nosso Lar; editora Abrather; 2002.
•    Dirigindo com Sabedoria; editora Abrather; 2002. 
 

 
Mais notícias sobre Notícias do Setor | Voltar
ÁREA DO EXPOSITOR
Usuário
Senha
Usuário
Senha