NOTÍCIAS [página inicial] [voltar]
26/09/2011


Ubrafe lança Calendário Principais Feiras de Negócios do Brasil 2012



Jorge Alves Souza, presidente do Conselho de Administração da Ubrafe e diretor superintendente da Couromoda; Armando Arruda Pereira de Campos Mello, presidente da Ubrafe, e Alfredo Andrade Fróes, assessor da presidência executiva Ubrafe
A União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe) apresentou ao mercado a 23ª edição do Calendário Principais Feiras de Negócios do Brasil 2012 (em português, inglês e espanhol) com a relação das 201 feiras dos afiliados da entidade programadas para o próximo ano. Trata-se de um número recorde de feiras promovidas pelos 31 associados, na última edição o calendário totalizou 180 eventos do gênero.

"A apresentação do calendário da Ubrafe representa a consolidação de todo o planejamento de longo prazo feito pelos promotores, que começa com a contratação de pavilhão e tem no lançamento a divulgação das feiras ao mercado. O negócio feira movimenta a economia de maneira sólida e estruturada, contribuindo de forma efetiva para a logística de distribuição da produção industrial e dos serviços", afirma Jorge Alves Souza, presidente do Conselho de Administração da Ubrafe e diretor superintendente do Grupo Couromoda/Hair Brasil.

O universo em questão já totaliza 50.000 empresas expositoras, sendo 42 mil nacionais e 8 mil estrangeiras; um aumento de 16,2% diante do número de 2011 que consistia em 43.000 empresas, explica Armando Arruda Pereira de Campos Mello, presidente da Ubrafe. "O Brasil está inserido no mundo global das feiras e as datas de alguns eventos nacionais são respeitadas no calendário mundial. Um exemplo é a Hospitalar, realizada pela São Paulo Feiras Comerciais/Grupo Couromoda, trata-se da segunda mais importante feira da área do mundo. Isso comprova que os eventos brasileiros têm qualidade, os empresários expertise diante de crises e tais características somadas atraem a atenção do mundo".

Para acompanhar essa tendência a área locada também revela crescimento de 6,25%, passando dos 3 milhões e 200 mil m2 em 2011 para 3 milhões e 400 mil m2 em 2012. "As feiras brasileiras ocorrem em 13 estados e em 23 cidades. A expectativa para o próximo ano é a de que 5,4 milhões de visitantes profissionais compareçam aos eventos dos associados da Ubrafe", esclarece Mello.

Dinâmica das feiras


Sinônimo de ponto de encontro entre varejo e indústria, a feira profissional oferece uma chance ímpar quanto ao estabelecimento de relações comerciais que precisa ser aproveitada da melhor forma possível por industriais e lojistas. "O negócio feira é o mais democrático que existe, pois é neste cenário que pequenos e grandes expositores têm uma oportunidade única, concentrada em quatro ou cinco dias para encontrar desde pequeno comerciante até as grandes redes de varejo. A feira traz o visitante até a porta, mas o expositor precisa fazer a sua parte, convidando os seus clientes, produzindo um estande agradável e funcional e oferecendo receptivo de qualidade, com pessoal treinado e ávido por aproveitar as oportunidades", comenta Jorge Alves Souza, presidente do Conselho de Administração da Ubrafe e diretor superintendente do Grupo Couromoda/Hair Brasil.

Segundo Alfredo Andrade Fróes, assessor da presidência executiva da Ubrafe, após 2008 impera uma nova realidade no quesito visitação. "Hoje, as empresas enviam para os eventos menos gente, porém quem vai precisa mostrar resultados e a medida assim exige melhor qualificação".

Mercado

Com 15 mil exemplares impressos e 3 mil CDs, a Ubrafe dá início à distribuição do Calendário Principais Feiras de Negócios do Brasil em associações comerciais, industriais e de serviços, embaixadas, consulados e câmaras de comércio no Brasil. Já a divulgação internacional acontecerá a partir de outubro. "O primeiro destino será a Argentina, mas estão previstas visitas aos demais países da América do Sul e também à Europa, EUA e México. São 16 centros internacionais, algo essencial para evitar que o Brasil fique refém de apenas um país comprador. A América do Sul tem um papel de destaque nas ações da Ubrafe, principalmente Peru, Colômbia e Chile" afirma o presidente.

O Calendário deste ano da Ubrafe homenageia o centenário do nascimento de Jorge Amado. A medida também está presente na estratégia de divulgação do Ministério de Relações Exteriores que funciona como mais um atrativo na apresentação ao público internacional.
envie este texto
para um amigo
versão para impressão