NOTÍCIAS [página inicial] [voltar]
22/08/2011


Para caminhar na direção do sucesso é necessário fazer algo além do normal, disse Cris Dios





O dia a dia da empresária e hairstylist Cris Dios começa cedo. Antes das 7h30 ela já está nas ruas de São Paulo em direção ao Laces and Hair, salão localizado no bairro do Morumbi, zona Sul da cidade, onde atende personalidades e muitas, muitas pessoas que buscam bem-estar e saúde para os cabelos.

Sob seu comando estão mais de 60 profissionais que a ajudam na "construção do belo", como ela mesma define. Cris é formada em Cosmetologia pela faculdade Oswaldo Cruz, mas seu interesse pelo ofício veio de longe, mais precisamente de dentro de casa, onde absorveu os ensinamentos passados pela mãe, que também era cabeleireira.
Nesta entrevista, concedida entre um tratamento e outro em sua concorrida agenda, Cris Dios fala das necessidades em especialização, da participação nas grandes feiras do setor, do uso de produtos orgânicos – um de seus diferenciais - e de tudo que está por trás das cadeiras e tesouras de um bom profissional.

HAIR BRASIL: Como é a vida da empresária Cris Dios e como é trabalhar a beleza como negócio?
CRIS DIOS: Minha rotina é muito intensa, pois além de gerir um grande salão com mais de 60 colaboradores, tenho que me dividir como hairstylist. Normalmente saio da minha casa 7h30 e só retorno às 21h. Não me orgulho desta intensidade, mas para caminhar na direção do sucesso é necessário fazer algo além do normal.
Trabalhar no mercado da beleza é uma satisfação que justifica toda a rotina exaustiva da profissão. Ver o cliente chegar com a autoestima baixa e poder contribuir para inverter isso, ou, no meu caso, com um super problema de saúde nos cabelos e permitir que ela descubra que é possível ter um cabelo com design e cor modernos, e ainda por cima com muita saúde, é gratificante. Para mim vai além de um negócio, é uma missão!

HAIR BRASIL:
De onde vem seu interesse pelo mercado de beleza?
CRIS DIOS: Sou neta e filha de barbeiro e cabeleireira. Com tantas influências, não tive como alterar meu "DNA". Cheguei a cursar três anos de Arquitetura na Belas Artes sem jamais deixar de lado a profissão de cabeleireira, e consolidei definitivamente meu caminho na beleza quando fiz a faculdade de Cosmetologia, na Oswaldo Cruz. Mesmo com tantos conhecimentos modernos, não abandonei os ensinamentos que aprendi com minha mãe. Até o sistema de lavar o cabelo no lavatório tem particularidades que seguimos há mais de 60 anos.

HAIR BRASIL: O mercado da beleza cresce a passos gigantes no país, como os profissionais lidam com esta mudança recente?
CRIS DIOS: O positivo é o fato de perceber a entrada de investidores e gestores interessados em participar deste grande momento. O negativo é o fato de que grande parte dos profissionais repete modelos ultrapassados, pouco se atualizam e infelizmente realizam processos com base apenas na rentabilidade. É necessário se preocupar com o que acontece na frente e também atrás da cadeira para a construção do belo. Temos os impactos na saúde do cliente, do próprio profissional e do fio. Temos, ainda, as questões sócio-ambientais que poucos se preocupam. Estamos com uma oportunidade única, este crescimento deve trazer não somente um aumento nas receitas do setor, mas também evolução de processos, serviços e cosméticos.

HAIR BRASIL: Onde a especialização se enquadra nisso?
CRIS DIOS: Muitos estudos revelam que para se dominar, ou tornar-se um especialista em alguma coisa, são necessárias mais de 10.000 horas de estudos.
É fundamental que a evolução ou o aprimoramento de uma técnica ocorra mediante tais pesquisas. Estas especializações fazem com que após tantos cursos você encontre o seu caminho, personalize o seu trabalho e o diferencie, podendo, assim, fidelizar seus clientes. Não dá mais para colocar as mãos nos cabelos dos clientes com base em intuição. É necessário mais e isso, inevitavelmente, passa pela especialização. As informações estão se renovando com muita velocidade, muita coisa fica obsoleta rapidamente. A moda e os cursos de atualização são os aliados para a evolução e a profissionalização do nosso setor.

HAIR BRASIL
: Como é o dia a dia à frente de um salão de beleza de prestígio como o seu?
CRIS DIOS: Alta performance e qualidade, este é o meu objetivo todos os dias, não admito que nada seja feito sem que se gere o resultado desejado. Nosso trabalho no salão é satisfazer clientes que poderiam consumir em qualquer outro salão do mundo e escolheram o nosso. Não podemos frustrar esta expectativa! Uma vez escolhidos, temos que verificar a postura dos colaboradores, a qualidade dos produtos e a imagem do negócio.
Eu sou apaixonada pela operação, sou aprendiz no marketing - ele é muito necessário -, mas ainda apanho, por isso tenho uma equipe que me auxilia na condução dos negócios. Desta forma, me concentro naquilo que melhor faço e fiscalizo meus colaboradores e parceiros para saber se estamos na direção que demonstra o que realmente somos: um salão "Hair Spa", que constrói o belo não a qualquer custo. Buscamos a saúde e a beleza será, inevitavelmente, a consequência.

HAIR BRASIL
: Qual o diferencial de trabalhar com produtos orgânicos? O cliente valoriza este conceito?
CRIS DIOS: Eu costumo dizer que os cosméticos convencionais possuem tecnologia e alta performance. Os orgânicos têm tecnologia para alta performance e ainda vida!
Quando um cliente recebe um processo orgânico foi analisado o impacto ambiental em toda a cadeia. A pegada ecológica é muito menor para o planeta. É lamentável que o Brasil, na condição de terceiro maior mercado de cosméticos convencionais, esteja tão atrasado nos orgânicos. Atualmente existem no mundo aproximadamente 25.000 cosméticos orgânicos certificados, no Brasil não temos nem 50 marcas. Na nossa linha, todos os produtos são com ingredientes orgânicos certificados e dois são certificados pela Italiana Icea, que é responsável por 8% dos cosméticos certificados do planeta.
O cliente ainda desconhece a disponibilidade de linhas como a nossa. Quando apresentamos o que é o tratamento, ele consome imediatamente, já sabe que custa um pouco mais, mas mesmo assim faz questão. Porém, não basta dizer que é orgânico, o cliente deve sentir este processo de maneira diferente e é exatamente o que acontece.

HAIR BRASIL
: Qual dica você daria para quem está começando no setor de beleza?
CRIS DIOS: Faça cursos conceituados de cabeleireiro, se possível uma graduação. Comece ao lado de um bom profissional. Dedique-se ao máximo, esteja atento às oportunidades e estude muito, nunca deixe de estudar. Tenha foco, saiba onde quer chegar e vá em frente. Saiba que vai trabalhar muito, mas muito mesmo, mas o melhor de tudo é amar o que faz e fazer com maestria. Acredite nisso. Inclua sustentabilidade na sua vida e perceberá o crescimento.
Cuide do seu dinheiro, planeje, economize e invista em sua carreira. Faça viagens internacionais e mergulhe um pouco em diferentes culturas, isso irá te enriquecer muito.

HAIR BRASIL: Participar das feiras profissionais como a Hair Brasil é importante para atualizar-se e trocar informações com o mercado?
CRIS DIOS: Gostaria de retomar o fato do crescimento do setor. Eu tenho amigos na profissão que ganham muito dinheiro como cabeleireiros e não visitam nem feiras no Brasil e nem fora.
É absurdo o número de informações que se pode adquirir em uma HAIR BRASIL. É um momento de absoluta atualização em tudo que está acontecendo e ainda irá acontecer no setor! Também utilizo as feiras para poder avaliar o crescimento do mercado. Nesta oportunidade, todo o mercado, de um jeito ou de outro, está ali representado. Sempre consigo uma fotografia do mercado nas feiras.

Serviço:

Laces and Hair - Cris Dios
Av. Dr. Alberto de Oliveira Lima, 82 - Morumbi - São Paulo - SP
Fone: (11) 3758-8028 / (11) 3758-4543
atendimento@lacesandhair.com.br
envie este texto
para um amigo
versão para impressão